Birras, afirmação e teste de limites! Parte I

É normal? Sim, a birra faz parte da fase de desenvolvimento em que a maior parte das crianças atravessa um período de desafio durante o qual testa frequentemente os limites dos pais. As birras diárias são naturais nestas idades e o “não” torna-se uma forma de afirmarem a sua independência. Neste período, as crianças são sobretudo motivadas pelas emoções e, portanto, os comportamentos mais irracionais são expectáveis. Além disso estão a tomar consciência de si enquanto indivíduos, com pensamentos próprios e com sentimentos fortes, mas ainda não têm ferramentas para os compreender e gerir. Este tipo de birras ocorre porque a criança ainda não consegue expressar bem verbalmente o que sente e quer, ainda está a aprender o que é e não é aceitável, e tem um sistema de autorregulação imaturo. Isto, combinado com a vontade de explorar, de ser independente e fazer o que quer, leva a que a criança não consiga lidar com tudo o que sente e acabe por “explodir” de alguma forma. Desta vez fiquemos pelas situações como cansaço, fome, sono, mudanças, excitação, ou seja, situações em que a birra é previsível. A antecipação dos pais é meio caminho andado para que não haja um escalar da situação.

 

Sugestão:

  • Evite ir para grandes superfícies, sítios de grande confusão e de grande estímulo;

  • Com crianças muito pequenas, leve sempre um iogurte ou queijinho para que nalgum imprevisto consiga satisfazer a fome da criança;

  • Se o seu filho já é mais crescido e começar a ficar impaciente, explique o que é que está a fazer e quanto tempo ainda falta para a refeição (está a dar as regras do jogo):

  • Desvie a atenção da criança, chamando a sua atenção para algo do seu interesse, um passarinho que passa ou um cachorro;

  • Também é bom ter um bloco e um lápis no bolso ou na carteira: as crianças adoram rabiscar e ficam entretidas mais um bocadinho, enquanto resolve um assunto inadiável;

  • Permita que a criança decida pequenas coisas (“queres a camisola azul ou a encarnada?)

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ser parte da história

SER PARTE DA HISTÓRIA é um serviço da associação Caminhos da Infância que tem como objetivo apoiar os pais e outros cuidadores, disponibilizando informação, aconselhamento e formação sobre parentalidade. 

Não se pretendem dar receitas (até porque não existem) mas sim informação e apoio para ajudar todos os cuidadores a ser parte de uma história que não se repete - a da infância. 

quem somos
associação
contactos
posts recentes
Please reload

arquivo
Please reload

quem somos

inês poeiras

  • Grey LinkedIn Icon

Presidente da Caminhos da Infância

francisca carneiro

  • Grey LinkedIn Icon

Diretora do Centro Infantil Maria de Monserratre

joana nunes patrício

  • Grey LinkedIn Icon

Coordenadora Ser Parte da História

Mais do que uma associação, somos um grupo a trabalhar para que a infância seja uma experiência feliz para todas as crianças.

Trabalhamos em parceria e juntamos a investigação à experiência, que é como quem diz,

andamos da teoria à prática e da prática à teoria.

Descobrimos que não se mudam comportamentos só com extensos artigos académicos ou grandes ações de formação.

Mudamos comportamentos quando estamos envolvidos. Quando somos parte da história. E isto fazemos bem.

Contactos

tlf. 21 136 85 14

caminhosdainfancia@gmail.com

Rua Margarida de Abreu, nº4, 1900-362, Lisboa

  • Facebook - White Circle
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now