17.01.2019

A expressão não é minha, é de Xavier Aragay[1] (especialista em "transformações na educação") e trago-a a propósito da conferência promovida hoje no Museu da Eletricidade, pela CIP, sobre “O Futuro do Trabalho em Portugal”.

O estudo foi elaborado em parceria com o McKinsey Global Institute e a Nova School of Business and Economics e mede o potencial de automação da economia portuguesa até 2030.

Os meus filhos já nasceram no século XXI. Se tudo correr dentro dos padrões, o mais velho estará apto para entrar no mercado de trabalho em 2032.

2032!

As conclusões de hoje não me pod...

09.01.2019

Andar na rua, passear em matas, praias, jardins, visitar quintas e tantos outros espaços ao ar livre, podem ser bons propósitos para o novo ano. Os benefícios são mais que muitos. Conseguimos estruturar três ordens de razão para andarmos com miúdos ao ar livre, e ainda uma quarta razão que acaba por ser transversal a todas as outras. Mas vamos por partes.

Quinta do Pisão - Espaço sempre aberto, gratuito (https://www.cascais.pt/equipamento/quinta-do-pisao-parque-de-natureza)

Em primeiro lugar percebemos que as crianças são pequenos cientistas! Por elas, ficam a saber que há...

Hoje celebram-se 29 anos da Convenção Internacional sobre os Direitos das Crianças!

Refletimos como é recente esta convenção, como os direitos das crianças têm vindo a ser protegidos e promovidos na sociedade ao longo dos tempos, quais são estes direitos e como podemos promovê-los no dia-a-dia.

A Convenção Internacional sobre os Direitos das Crianças indica que as crianças têm direito a não ser discriminadas, o superior interesse das crianças deve ser prioritário em todas as ações e decisões que lhes digam respeito, têm direito à sobrevivência e a oportunidades que garantam...

“Crescer com o olhar cúmplice do pai e da mãe não devia ser um privilégio. Precisam-se de pais cúmplices nos dias, nas horas, e em todos os minutos dos filhos.” (Inês Poeiras)

Precisam-se de olhares apaixonados, olhares disponíveis, olhares suportivos, precisam-se de olhares atentos, focados no positivo, no deslumbramento, nas descobertas, nas brincadeiras, ou nas pequenas atividades do dia a dia.

A cumplicidade faz-nos crescer na medida em que reflete uma relação firmada em amizade, companheirismo, partilha, entendimento. No entanto, tal como alguns especialistas indicam "...

Please reload

ser parte da história

SER PARTE DA HISTÓRIA é um serviço da associação Caminhos da Infância que tem como objetivo apoiar os pais e outros cuidadores, disponibilizando informação, aconselhamento e formação sobre parentalidade. 

Não se pretendem dar receitas (até porque não existem) mas sim informação e apoio para ajudar todos os cuidadores a ser parte de uma história que não se repete - a da infância. 

quem somos
associação
contactos
posts recentes
Please reload

procurar por tags
arquivo
Please reload

inês poeiras

  • Grey LinkedIn Icon

Presidente

Caminhos da Infância

quem somos

francisca carneiro

  • Grey LinkedIn Icon

Diretora

Centro Infantil Maria de Monserratre

joana nunes patrício

  • Grey LinkedIn Icon

Coordenadora

Ser Parte da História

Mais do que uma associação, somos um grupo a trabalhar para que a infância seja uma experiência feliz para todas as crianças.

Trabalhamos em parceria e juntamos a investigação à experiência, que é como quem diz,

andamos da teoria à prática e da prática à teoria.

Descobrimos que não se mudam comportamentos só com extensos artigos académicos ou grandes ações de formação.

Mudamos comportamentos quando estamos envolvidos. Quando somos parte da história. E isto fazemos bem.